quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Paco e a bandeira

Claro que o plano (estratagema) de Paco não resultou. Jamais poderia resultar. Toda a sua família, assim como alguns amigos mais próximos, acabaria por comparecer em Segóvia para o juramento de bandeira. "Como é que eles sabiam?", interrogou-se o jovem mancebo mal os viu na cerimónia (e quase todos sentados na primeira fila, e exibindo um sorriso de orelha a orelha). Caberia a Núria desfazer-lhe a dúvida, algumas semanas mais tarde. E aquietá-lo como convinha, naturalmente: "Compreendo tudo o que me pedes, querido mano... Mas da próxima vez tenta dar menos bandeira..."

Sem comentários:

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.