Avançar para o conteúdo principal

Auto-estima

Começou por um risco na porta traseira (do lado direito). Ínfimo, aliás. No dia seguinte viram-no a arrancar a porta do porta-luvas. Houve ainda quem comentasse os pontapés furiosos que desferiu no pára-choques. E, claro, já para não falar dos rancorsos golpes de navalha no tablier do Citröen. Sim, Marie-Claire tinha razões de sobra para estar preocupada com a auto-estima de Jean-Claude.

Comentários

ioba disse…
deve ser amor, Marie-Claire. Só amor

Mensagens populares deste blogue

Internacionalismo coxo

Foi interessante (e interessante é uma palavra interessante). No dia em que saí à rua com suíças tive de regressar a casa com estas canadianas. Ou melhor: com as canadianas amparando-me a mim e às suíças. Felizmente que não são mutuamente exclusivas.