sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Sauçaméricaneuei

Era um capricho natalício do papá, embora tivesse a sua lógica. Cá em casa sempre acompanhámos o peru com vinho do Chile. Assim não havia rivalidades. Já basta de guerras, não é?

2 comentários:

Manuela disse...

Isso é bom. Teve maminha ( corte de carne pra churrasco) a la Cristina Kirchner, lulas à "dorê", puré de chuchu a la Fernando Papa Tudo Lugo, lingua assada com pimenta "dedo de moça" (existe, viu?) a la Hugo Chaves, fricassé de porco a la Evo Morales.
Verdadeira consoada pela La Unidad de Latino América.
E ainda cantaram...Viva a Democracia.

sónia disse...

Saltando da América do Sul para Portugal, lembrei-me de uma guerrazinha que se desfaz, sempre que acompanhamos os pastéis de Belém com vinho do Porto. E comecei a ficar famélica com esta lembrança...

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.