quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Pintarolice

Naquele lindo final de tarde, Indira surpreendeu Ravi. Trazia uma enternecedora pintinha na testa. Bom, não era uma pintinha qualquer: tinha muita pinta. Ainda hoje são casados e felizes, construíram até uma bela moradia na Rajastão.

3 comentários:

Manu disse...

Namastê !!

Com o tempo a "terceira visão" aumenta.É sabedoria.

Manu disse...

Eu não sei o que é Pintarolice.

sónia disse...

Este é o típico conto popular, mini-conto, assim seja, mas onde não faltam as simbologias que lhe são características. Conto das Índias onde a pinta acabou em grande tolice, gostei!

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.