terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Posta restante

Naquela tarde de Fevereiro, a baralhada Sophia resolveu colocar as cartas na mesa. Todas: continuava a chegar demasiada correspondência.

3 comentários:

Manu disse...

Sohia..Não se afobe, não
Que nada é pra já
O amor não tem pressa
Ele pode esperar em silêncio
Num fundo de armário
Na posta-restante
Milênios, milênios
No ar (..)

Chico

sónia disse...

Pobre Sophia! Demasiada correspondência enjoa, sem dúvida! Umas irregularidades sempre dão ânimo à vida.

Sophia disse...

Esqueceste o Joker...que é sempre carta fora do baralho...mas está presente...mesmo que ausente.

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.