sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Troca

Catarina já não suportava mais aquele transístor fanhoso. Bastava-lhe. Mas vingou-se em grande: comprou (adquiriu) um televisor gigante com ecrã de plasma.

2 comentários:

Manuela disse...

Catarina..tamanho não é documento.Mais vale um pequeno (fanhoso) brincalhão que um grande bobão.Pense.

sónia disse...

Pois é, Catarina, cuidado com as aparências! Além de que os fanhosos também têm o seu valor, se estiverem calados de preferência. Todo o transístor tem um botão e o plasma tem comando à distância, olha, já não sei o que é melhor. Se puderes, fica com os dois.

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.