terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Antes do adeus

Marion sentiu que algo de muito errado — e irreversível — estava prestes a acontecer. A pobrezinha não se equivocou.

3 comentários:

Sophia disse...

O errado torna-se sempre certo depois da mentalização.

Manuela disse...

"As vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido"
Fernando Pessoa

É por aí...

A. Almeida disse...

Hum...a pobrezinha não se equivocou, mas pelo que vi, esquivou-se e bem...

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.