segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

O decurso do método

Pascal vangloriava-se de começar todos os dias com o pé direito. Era-lhe mais prático. Só depois inspeccionava as áreas úteis (e as inúteis também).

9 comentários:

Sophia disse...

Eu cá prefiro começar com os dois...à conta de cair ao chão apenas com um ganhei uma entorse que ainda hoje me incomoda, passado tanto tempo...

Rocío disse...

"Áreas inúteis" é um conceito novo para mim... Vou meditar ao respeito disso :-)

Manuela disse...

Ih, as meninas superpoderosas apareceram.

Bobagem...devemos usar tudo que temos..direito/esquerdo. tudo é útil.

Rocío disse...

Super-poderosas mesmo! ;-)

Olha, Manuela... não tens aí um twitter, Facebook ou seja lá o que for? :-)

Eu sei que o João não se importa de nos emprestar esta sala aqui no seu luminoso T3 com vistas ao frigorífico mas... Assim não da para falar mal (ou bem) às costas dele (lindas costas, por acaso) :-)

Manuela disse...

Rocío

segui a sua trilha...está lá..depende da sua aprovação heheh.
Parece que não é?? mas é..

Sobre as costas ..isso me dá umas idéias....

Manuela disse...

Equilibrista


Procura-se um equilibrista (o João, cadê??)
que saiba caminhar na linha
que divide a noite do dia
que saiba carregar nas mãos
um fino pote cheio de fantasia
que saiba escalar nuvens arredias
que saiba construir ilhas de poesia
na vida simples de todo o dia.

Roseana Murray

Sophia disse...

E falar mal é a nossa especialidade...

Manuela disse...

Hoje está difícil ser eu..rss

A. Almeida disse...

O Pascal é um vaidoso. Não aprende nada com o filho, Pascoaolitro. Esse anda sempre pé-ante-pé. Pudera!

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.