domingo, 17 de janeiro de 2010

Preia-mar

Indiferente à preia-mar, Tomaso avançou intrépido. Já planeava as primeiras braçadas quando se sentiu a perder o pé. Temos muita pena dele. E o que é um facto é que nunca ninguém conseguiu explicar o sucedido.

8 comentários:

Manuela disse...

Ele perdeu foi a cabeça.Às vezes é muito bom..hahah

João Hartley disse...

Está explicado o mistério do pé de Matosinhos que apareceu entre polvos. Era do Tomaso...

sónia disse...

Polvos e pés, realmente também me lembrei do sucedido nas nossas pobres praias portuguesas! (comemorar-se-á, hoje, o dia mundial da aliteração?)

Se Tomaso está vivo e sem pé: talvez tenha sido um tubarão. Se está desaparecido, talvez tenha sido também um tubarão. Todavia, isso é situação que nunca poderemos saber, pois o nosso escritor presenteia-nos com um narrador misterioso que lança polémica e deixa aberta a narrativa e outras coisas mais. Adoro estas portas abertas!

Rocío disse...

A porta aberta se calhar é tipo saga (como nos filmes)...

Haverá Preia-mar II com o Johnny (Depp) como protagonista?? hummmm

Sophia disse...

Rocio, não me digas que és também fã do Johnny?...temos mesmo de marcar o tal chá...

Manuela disse...

Eu também sou fãzoca.

Rocío disse...

Mulheres com bom gosto (e não estou a falar apenas de estética... mas também LOL) só podiam ser fãs do Johnny :-)

Manuela disse...

É verdade. Leva jeito de "ronronar".


.

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.