quarta-feira, 31 de março de 2010

Azares acontecem a todos

Três semanas e quatro luxações mais tarde, Raul perceberia finalmente o luxo que era ainda (poder) ter braço.

1 comentário:

Manuela disse...

O Raul foi atendido por um médico ruim.Não fizeram a manobra adequada para colocar no lugar.
Não foi um luxo foi um lixo.;-)

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.