Avançar para o conteúdo principal

Tristes figuras

Impante no seu pónei enquanto segurava a pequena agulha, Rafa ordenou a investida final. Deveremos escrever já que estava verdadeiramente obstinado. Espumava. Ao ponto de ignorar por completo os sucessivos reparos de Pancho: "Mas... mas Rafa, são apenas moinhos de café..."

Comentários

Rocío disse…
... e o meu nome é Panza, Sancho Panza

:-)
Manuela disse…
Ô João, logo hoje, vc escreve histórias tristes?? rsrs
Não pode....
Manuela disse…
A Rocío entrou na Primavera sem o gorro. Quando chegar o verão estará de fio dental e topless tomando sol nas margens do Douro.
Depois do AA (versão zamorana) não é mais a mesma pessoa..heheheh
E a pose dela?? vcs viram?? candidata fortíssima a nova Bond Girl.
Rocío disse…
Achas assim tão marcante o AA?? :-)

Quanto à foto.. nem estava a posar. Recortei de uma fotografia de grupo tirada sem ninguém se aperceber.

Tens (quase) tanta imaginação como o nosso autor de estimação! Bond Girl?? O estilo Bond era apenas para a apresentação, sou Sancho Panza mesmo LOL
Manu disse…
Acho que o moedor de café cortou-lhe os dedos..
Pronto, peguei a mania do autor..ô cristo..

O moinho de café
Mói grãos e faz deles pó.
O pó que a minh'alma é
Moeu quem me deixa só.

Fernando Pessoa
Rocío disse…
Pancho? Metade panza, metade sancho? :-)
Manuela disse…
Hoje é um dia importante,né João??
Pra homenagear vc (já que as guardas não podem estar aí, rs), mando um poema do Mário Quintana:


Eu queria trazer-te uns versos muito lindos
colhidos no mais íntimo de mim...

Suas palavras
seriam as mais simples do mundo,
porém não sei que luz as iluminaria
que terias de fechar teus olhos para as ouvir...

Sim! Uma luz que viria de dentro delas,
como essa que acende inesperadas cores
nas lanternas chinesas de papel!

Trago-te palavras, apenas... e que estão escritas
do lado de fora do papel...
Não sei, eu nunca soube o que dizer-te

e este poema vai morrendo, ardente e puro, ao vento
da Poesia...
como uma pobre lanterna que incendiou!

Mensagens populares deste blogue

19 kinds of girls who bruise my soul

By João Lopes Marques (Eesti keeles)


There was a time, not too long ago, I believed I had become a misogynous guy. False. I wasn’t. Then I started fearing I was slightly gynophobic. Nope. I was just afraid to bump into another stupid girl. It wasn’t easy to understand it but 10 or 15 years later I realize I’m just too sensitive to 19 specific species of women. Indeed, I can even turn intolerant in presence of one of them. Such a phenomenon can be either personal taste or old trauma, I know. However, I don’t care anymore. I just confess the following kind of females have the power to bruise my soul:


1- The hologram girl

You think everything is fine, that that closeness is real, and you stretch your arm. Of course you wanted more and she let you play that game. For a week. A month. Sometimes even for years. Helàs! Now you understand you were living in a dream. “Why did she give me so many wrong signs”, you wonder; “João, I’ve seen you always as a very good friend”, she states.


2- The drink-…