sábado, 17 de abril de 2010

O paquiderme

Embora ninguém acredite em mim, garanto-vos que era mesmo um elefante. Invisível? Pronto, está bem. Mas tinha — e isso vi com estes olhinhos que a terra há-de comer — tinha uma enorme tromba de água.

2 comentários:

Manuela disse...

No ano de nosso Senhor Jesus Cristo de 2010, tromba de água é sempre uma catástrofe.Oremos....

Rocío disse...

Nem é das alucinações nem é do vinho... só te enganas no género: há aqui uma elefanta no blogue (eu)-RISOS-
À sério, já reparaste que se podia fazer um concurso de "miss mundo" com as tuas seguidoras?? :-D
E os rapazes também são giros (sobretudo o último em chegar) ;-)

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.