Avançar para o conteúdo principal

Criar pé

Viticultor fanfarão, muito se gabava Konrad da sua última colheita de Grüner Veltliner. Ainda mais macia do que a de 2005 e seguramente a melhor do Baixo Tirol. Julgo até que Konrad chegou a ser medalhado num certame de Insbruck. Só tanta agitação pode explicar, pois, o injusto esquecimento. Quando há dias se lembrou daquela dúzia de Zweigelts esquecidas na adega, outra boa colheita de 2007, estas haviam sumido. Mistério? Nem por isso: conta-se em Neuberg que desapareceram pelo seu próprio pé.

Comentários

Rocío disse…
Parece que estas numa de brinde perpétuo!! ;-D

À tua!!
Sofia disse…
Também eu estive ontem com um Muralhas de Monção e quase me faltou o pé ao levantar-me da mesa....

Depois daquele também se esquece tudo...
Manuela disse…
Ele é um tremendo "pé inchado"..;))
Sofia disse…
ahahah...que saudadinhas desse teu humor Manu...
Manu disse…
Eu também estava com saudade de você, Sofia. As "Panteras" não podem ficar separadas.
Não é Charlie (Joonas)??? fala que sentiu falta dela, fala...;)))

Beijos
Duas questões:

a) Agora são "Panteras", é?

b) Como é que descobriste que eu sou Charlie (é que sou mesmo...)?
Rocío disse…
Este homem vai acabar por ter mais heterónimos do que Pessoa! :-O

:-)
Manuela disse…
Eu pensei e acho que Panteras corresponde mais a nós. Lindas e com garras..;))
O Charlie comanda..oh. uma espécie de "nunca te vi e sempre te amei" ;))))

As Panteras voaram rumo à Terra Java.
Sofia disse…
Wow...

Manu...não sei se gosto de ser comandada!...até porque sou felina de signo e fã do pantera negra...

Mas desde quando as Panteras voam?

Estou confusa...estou uns tempos sem aparecer por aqui e vocês transformam-se(me)...
Manu disse…
Pantera que se preza faz qualquer coisa.Até voa....
Não custa nada deixar o Charlie pensar que comanda...ele fica dócil e feliz...kkkk.
Sofia disse…
Fica mesmo?...

Mensagens populares deste blogue

19 kinds of girls who bruise my soul

By João Lopes Marques (Eesti keeles)


There was a time, not too long ago, I believed I had become a misogynous guy. False. I wasn’t. Then I started fearing I was slightly gynophobic. Nope. I was just afraid to bump into another stupid girl. It wasn’t easy to understand it but 10 or 15 years later I realize I’m just too sensitive to 19 specific species of women. Indeed, I can even turn intolerant in presence of one of them. Such a phenomenon can be either personal taste or old trauma, I know. However, I don’t care anymore. I just confess the following kind of females have the power to bruise my soul:


1- The hologram girl

You think everything is fine, that that closeness is real, and you stretch your arm. Of course you wanted more and she let you play that game. For a week. A month. Sometimes even for years. Helàs! Now you understand you were living in a dream. “Why did she give me so many wrong signs”, you wonder; “João, I’ve seen you always as a very good friend”, she states.


2- The drink-…