quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Memória de elefante

video
E como poderia? Jamais me esquecerei do dia em que me encontrei com um elefante numa rua de Banguecoque. Cumprem-se agora dois anos. Foi simpático.

1 comentário:

Manuela disse...

Nem sempre é bom ter memória de elefante.

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.