quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Crédito (versão micro)

Deus. Agiota, batota, idiota. Estado, estrado. Banca, abanca, tabanca. Deu.

10 comentários:

Manu disse...

deu la deu.

Rocío disse...

Há quanto tempo que não te digo que és um génio? :-)

Anónimo disse...

não se preocupe que ele repete-o todos os dias ao espelho...

João Lopes Marques disse...

Anónimo, como é que adivinhou?

Manu disse...

Já dizia a Dona Cotinha da Serra do Rola Moça:
"Coruja que gaba o toco pau nela"

Rocío disse...

É o que eu estava a dizer... há anónimos e há anódinos :-)

Anónimo disse...

...como sei??? mas como o meu amigo saberá não se revelam fontes, só chafarizes e chafaricas...

Manu disse...

..credo..que chafurdação..

Obdulio Ortega disse...

No meu país, o "anônimo" usa chapéu e se distingue do "anónimo" do resto da CPLP, por carregar um acento agudo como se fosse um eterno ponto de exclamação no meio da palavra. O nosso, do Circo Vicioso, é agudo, arguto e eloqüente, mas se esconde ainda sob um chapéu que o acoberta.

João Lopes Marques disse...

Belo comentário, Obdulio. Só lhe posso tirar o chapéu.

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.