Avançar para o conteúdo principal

Podia ser pior

Farta de violência doméstica (fartinha), Laia rogava-lhe agora por violência pública. Alguma. Alguminha. E porque não ser espancada à vista de todos? Ou de alguns, pelo menos? Sinceramente, nem era assim tão mau.

Comentários

Anónimo disse…
...psicopata que se preze tem estratégias mais distorcidas...grosso modo há 2 tipos de agressores domésticos: os brutamontes e os psicopatas cirúrgicos, alguns deles filhos de brutamontes com psicopatas femininas...no fundo, um apuramento congénito da brutalidade...
Obdulio Ortega disse…
Nosso grande irmão vive de nos espancar em sessões públicas, o qual nos oferecemos com despudorada alegria, para deleite da assistência, incluindo a nós mesmos, que corremos para conferir no tubo.
Manuela disse…
O Anónimo explicou tudo. Grande comentário. Beijos pra você:)
Isabel Metello disse…
Vais-te lembrar destas palavras para o resto da tua vida: por mais poderes socioeconómicos reticulares que tenham, jamais conseguirão aquilo que querem! Jamais, nem que eu tenha de ir ao fim do mundo expor a vossa porcaria! Como tal, amanhã, vais ver qual a diferença entre quem tem coluna vertebral e quem é totalmente desfibrado! Queres 15.000 € ou 240 dias de prisão conformes às ameaças do teu amiguinho até por um espancamento de que fui alvo, coincidentemente, em 2006, depois de vir de uma conferência? É o que vamos ver! Por cada Lágrima da minha Filha, que merece e merecia Respeito e Felicidade, terás uma praga na tua vida para o resto da tua existência, tudo em que tocares definhará, mirrarás por cada ofensa, cada calúnia, cada dia, cada hora que a vossa corja nos roubou; acabarás os teus dias velhinho a pedir Perdão de joelhos a Deus pelo que fizeram, garanto-to!

Mensagens populares deste blogue

19 kinds of girls who bruise my soul

By João Lopes Marques (Eesti keeles)


There was a time, not too long ago, I believed I had become a misogynous guy. False. I wasn’t. Then I started fearing I was slightly gynophobic. Nope. I was just afraid to bump into another stupid girl. It wasn’t easy to understand it but 10 or 15 years later I realize I’m just too sensitive to 19 specific species of women. Indeed, I can even turn intolerant in presence of one of them. Such a phenomenon can be either personal taste or old trauma, I know. However, I don’t care anymore. I just confess the following kind of females have the power to bruise my soul:


1- The hologram girl

You think everything is fine, that that closeness is real, and you stretch your arm. Of course you wanted more and she let you play that game. For a week. A month. Sometimes even for years. Helàs! Now you understand you were living in a dream. “Why did she give me so many wrong signs”, you wonder; “João, I’ve seen you always as a very good friend”, she states.


2- The drink-…