Avançar para o conteúdo principal

Shrek

Fiona dizia-se uma mulher das Arábias. Mas estava era deserta por sheik em branco.

Comentários

Manu disse…
está numa fase de conteúdo corporal?? é???

E o meu amigo anônimo? cadê?? ele é que me entende..
Sofia disse…
Passem dias, semanas ou meses...
Venho a este blog,leio o último post e dos meus lábios sai sempre um sorriso, nem que seja de soslaio...
Obrigada João...
sónia disse…
Um milkshake no deserto não é pecado. Sempre é mais fresquinho do que um xá :)
Manuela disse…
Você está vivo, João??
Vivíssimo, Manu. Apenas em reportagem no Golgo Pérsico. Areia e microcontos não rimam bem. Mas voltarei em força dentro de 72 horas.
Rocío disse…
72, 71, 70, 69, 68 ...

Saudade ;-)
Manu disse…
Ufa..que susto.Ainda bem que está vivo.O meu coração não resistiria a essa dor...

Mensagens populares deste blogue

19 kinds of girls who bruise my soul

By João Lopes Marques (Eesti keeles)


There was a time, not too long ago, I believed I had become a misogynous guy. False. I wasn’t. Then I started fearing I was slightly gynophobic. Nope. I was just afraid to bump into another stupid girl. It wasn’t easy to understand it but 10 or 15 years later I realize I’m just too sensitive to 19 specific species of women. Indeed, I can even turn intolerant in presence of one of them. Such a phenomenon can be either personal taste or old trauma, I know. However, I don’t care anymore. I just confess the following kind of females have the power to bruise my soul:


1- The hologram girl

You think everything is fine, that that closeness is real, and you stretch your arm. Of course you wanted more and she let you play that game. For a week. A month. Sometimes even for years. Helàs! Now you understand you were living in a dream. “Why did she give me so many wrong signs”, you wonder; “João, I’ve seen you always as a very good friend”, she states.


2- The drink-…

Internacionalismo coxo

Foi interessante (e interessante é uma palavra interessante). No dia em que saí à rua com suíças tive de regressar a casa com estas canadianas. Ou melhor: com as canadianas amparando-me a mim e às suíças. Felizmente que não são mutuamente exclusivas.