segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Ordinarão

"Mónica", "Miryam", "Joana", "Francisca", "João", "Renata", "Anita", "Sofia", "Patrícia", "Carlota", "Sónia", "Jacinta", "Manuela", "Rita", "Rocío", até mesmo "Solveig". Naquela tarde, o furioso Mário fartou-se de lhe chamar nomes feios.

Quadratura do circo

Era uma vez um globo que rebentou. Espalmou. Do círculo que restou todos se apressaram a converter em circo. Houve até uns circos-espertos que dele fizeram rectângulo. Pois não bastava: o seu progressivo encolhimento vai metamorfoseando-o em quadrado. Se é mau? É terrível: sempre que por lá passo já tenho de andar de cócoras.

Escrita criativa

Muito se envergonhava o provecto Dieter Topp dos seus romances menores. Bastante mais do que dos seus romances com menores.

Da impiedade

Viveram 14 anos como dois pombinhos (coelhinhos), mas há coisas que nunca deveriam acontecer. Jamais: a partir do momento em que percebeu que ali havia gato, Belén passou a tratá-lo abaixo de cão.

Tragédia

Já não me rio: Tigre comeu Eufrates.

Bengala

Há muito que Ravi se celebrizou com o seu papel de tigre. Mas Indira garante-me que não passa de um tigre de papel.

Fantochada

Pobre Roberto, que sempre sonhou com as praças de Praga e terminou amarfanhado numa praceta do Pragal.

Ilu-sionismo

O que todos julgavam ser uma batuta não passava afinal de uma simples batata. Um clássico do endiabrado Ananiah: sempre que passava por Haifa fazia-nos esta batota.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Inferiority complex

Miner, though not minor.

Manobra de diversão

Foram tempos felizes: eu e Kasper dávamos sete passos atrás enquanto Ingrid, Lennart e Tekla rastejavam ordeiramente até ao corredor. Cá mais atrás, encostado à cortina beije, Solveig cobria-nos os flancos com três valentes peidos que quase podiam ser cheirados em Vasa ou Östersund.

Pequeno exercício de malística

Era uma dessas malas de penúltima geração. A bolsinha cinza já trazia um pequeno reflector (apenas do lado direito) e o quinto fecho dera lugar a um muitíssimo mais prático velcro.

Maquinillas hay muchas...

... y Zamora fue así.

Da assertividade

Ana Lisa cínica? Porventura. Mas com uma análise muito clínica.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

domingo, 5 de dezembro de 2010

Calvo a abater

Herr Morgenstern fê-lo com o requinte possível: no dia em que adquiriu o tão adiado capachinho, vingou-se com outro cheque careca.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Empoeirado

Apesar de ser um beduíno orgulhoso, exemplar até, Hussein tinha demasiados macaquinhos na cabeça. Mas não tantos ao ponto de se julgar um babuíno.

Adágio cameleiro

"Quanto mais gentil é a Sombra, mais cruel é o Sol." Não me recordo onde o ouvi pela primeira vez, mas suspeito que foi um cameleiro iemenita. Acompanhado de três ou quatro tâmaras, soa-me sempre muito bem.

Eles sião dois

Aníbalfredo era mais um desses casos delicados de geminação. Aliás, eram.

Adham

Estranha manhã aquela, nem sequer foi à mesquita. Sentia-se uma mosquita morta.

Temos finalmente espaço para a mesinha da televisão

Bem que me dizia Hans-Piet (e eu não acreditava): "As marquises em PVC estão para Portugal como os diques de pedra para a Holanda. São dois fantásticos exemplos do inconformismo humano."

Haiku de merda

Levava uma Fuji, Mas do monte fugi, Sim, do Monte Fuji.