sábado, 4 de dezembro de 2010

Adham

Estranha manhã aquela, nem sequer foi à mesquita. Sentia-se uma mosquita morta.

3 comentários:

sónia disse...

Com ou sem sapato?

Obdulio Ortega disse...

Mais um motivo para ir à mesquita e orar: ressuscitar...

Sofia disse...

Eu própria sinto-me uma mosca pecaminosa por ter deixado de ser assídua nesta ilha que já foi o meu refúgio...

Mil perdões a Alá(i) acompanhados de saudades de aqui...

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.