domingo, 12 de fevereiro de 2012

Escapismo

Por artes mágicas, e porque a vida lhe andava para trás, Larson enfrascava-se todos os dias. Ninguém sabia bem como fazia aquilo, mas o problema, o verdadeiro problema, era mesmo (re)tirá-lo dali.

7 comentários:

Anónimo disse...

Se você não existesse teríamos que mandar fabrica-lo.

sónia disse...

Há tantos como o Larson - lapas, lapas!

Obdulio Ortega disse...

Larson, bem acondicionado em frascos térmicos, conseguia permanecer fresco por muito tempo, apesar do tempo fervilhante lá fora do seu lar.

Manuela disse...

Isso de marcha à ré sempre pode causar estragos...Larson...cuidado..

Rocío disse...

Ou eu não percebi nada ou este conto tem qualquer coisa a ver com o génio da lâmpada (posso pedir três desejos?) :)

João Lopes Marques disse...

Apenas mais dois, o primeiro já foi satisfeito... :-)

Rocío disse...

;-)

As minhas suspeitas confirmaram-se: afinal és mesmo um génio hehehe

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.