Avançar para o conteúdo principal

Eestimaaaaaa!

Comentários

Eestimaaaaaaaaaado Jonas,presumindo ser sua uma das caricaturas, útil seria que identificasse a outra: koite Tomme, dá uns ares do Marco Paulo... Peço desculpa, mas um idioma
fino-húngaro(ainda) não está ao nosso alcance...
Anónimo disse…
Entre Marco Paulo e Marco Polo há milhentas nuances — e intérpretes — que merecem aturada reflexão.
Manu disse…
..é tudo uma questão do "u"..
ob disse…
E temos mais portugueses a desbravar novos mundos e culturas...
Manu disse…
Beijos para o Pithecus. Mesmo que seja num galho de árvore....
Manu, com tal gentileza,se estivesse no galho tinha-me estatelado cá em baixo... Por acaso, na altura -e por sorte- tinha ido com a minha "pitheca" à caça e estava com os pés fincados no chão.
Manu disse…
pitheca foi ótimo...hahahah
Estimaaaaaado Jonas,à falta do seu esclarecimento,deixemos o outro sujeito,que,percebi afinal, não é o
nosso homem do "dois amores".
Prontos!... mas,o que se passa consigo para tão honrosa publicidade nas hanseáticas paragens ?

a)Você publicita os famosos cachecóis do Báltico ?
b)Você avança para recolocar (no soviético sítio) o soldado de bronze ?
c)Você afugenta o FMI cá mais para baixo ?
d)Você encarna um Fernão Mendes Minto, digo Pinto, dos tempos modernos ?
e) Você ficou erectus com o frio ?
Manu disse…
hahahahahhah

Querido Pithecus ele faz isso tudo e mais um pouco.Não vê que é um Circo??

Vou cantar uma musiquinha pro João:

♫E por falar em saudade onde anda você
Onde andam seus olhos que a gente não vê
Onde anda esse corpo (...)♫
É isso, Manu: circo. Ora veja: um, dois, três, quatro, circo. Já está. Outra vez? Um, dois, três, quatro, circo. Oh, como eu gosto de contar até circo...
Manu disse…
♫♫ Alegria
Eu vi uma faísca da vida brilhando
Alegria
Eu ouço um jovem menestrel cantando
Alegria
O grito bonito
Um rugir de sofrimento e de felicidade
Tão extremo... Um amor furioso dentro de mim,
Alegria
Um feliz e mágico sentimento.

Cirque Du Soleil


Equilibra, João!!! hahaha
Manu disse…
♫♫ Alegria
Eu vi uma faísca da vida brilhando
Alegria
Eu ouço um jovem menestrel cantando
Alegria
O grito bonito
Um rugir de sofrimento e de felicidade
Tão extremo... Um amor furioso dentro de mim,
Alegria
Um feliz e mágico sentimento.

Cirque Du Soleil


Equilibra, João!!! hahaha
Estava eu e a minha Pitheca confortavelmente aconchegados na gruta, quando súbito ouvimos: É Circo !...A Pitheca, que antes tinha recusado ir buscar-me um copo de água saiu alvoraçada gruta fora.
Fiquei deprimido mas percebi (finalmente...) a Manu e o apelo mágico e aritmético do rapaz: A Pitheca regressou com uma pedra
autografada, deu-me um copo de água, e a seguir quis experimentar contorcionismos.
A nossa vida mudou!..

Mensagens populares deste blogue

19 kinds of girls who bruise my soul

By João Lopes Marques (Eesti keeles)


There was a time, not too long ago, I believed I had become a misogynous guy. False. I wasn’t. Then I started fearing I was slightly gynophobic. Nope. I was just afraid to bump into another stupid girl. It wasn’t easy to understand it but 10 or 15 years later I realize I’m just too sensitive to 19 specific species of women. Indeed, I can even turn intolerant in presence of one of them. Such a phenomenon can be either personal taste or old trauma, I know. However, I don’t care anymore. I just confess the following kind of females have the power to bruise my soul:


1- The hologram girl

You think everything is fine, that that closeness is real, and you stretch your arm. Of course you wanted more and she let you play that game. For a week. A month. Sometimes even for years. Helàs! Now you understand you were living in a dream. “Why did she give me so many wrong signs”, you wonder; “João, I’ve seen you always as a very good friend”, she states.


2- The drink-…

Internacionalismo coxo

Foi interessante (e interessante é uma palavra interessante). No dia em que saí à rua com suíças tive de regressar a casa com estas canadianas. Ou melhor: com as canadianas amparando-me a mim e às suíças. Felizmente que não são mutuamente exclusivas.