Avançar para o conteúdo principal

Uma aposta de caca

Mihaela decidiu comprar uma vaca. Anghel optou por uma saca. Teimosa como sempre, Emiliana preferiu levar a laca. Ylenia foi de maca. Gheorghe afiou a faca. Cinco meses depois do início da Grande Caminhada, e para surpresa de todos, só uma destas almas acreditava ainda em tão estúpido repto. Emiliana, claro: não só continuava com o cabelo brilhantemente armado como foi sempre, afinal, a vaca mimada de Mihaela.

Comentários

ob disse…
Vivemos de apostas. Caçar, catar, casar, cagar, no mato é tudo mais difícil. Depende do clima e dos bichinhos... e isso faz muito sentido!
Rocío disse…
Nem por um instante duvidei que fosse a Emiliana a acreditar até o fim: vaca (da Mihaela) e ainda por cima com os cabelos à Margaret Thatcher ;-)

Mensagens populares deste blogue

19 kinds of girls who bruise my soul

By João Lopes Marques (Eesti keeles)


There was a time, not too long ago, I believed I had become a misogynous guy. False. I wasn’t. Then I started fearing I was slightly gynophobic. Nope. I was just afraid to bump into another stupid girl. It wasn’t easy to understand it but 10 or 15 years later I realize I’m just too sensitive to 19 specific species of women. Indeed, I can even turn intolerant in presence of one of them. Such a phenomenon can be either personal taste or old trauma, I know. However, I don’t care anymore. I just confess the following kind of females have the power to bruise my soul:


1- The hologram girl

You think everything is fine, that that closeness is real, and you stretch your arm. Of course you wanted more and she let you play that game. For a week. A month. Sometimes even for years. Helàs! Now you understand you were living in a dream. “Why did she give me so many wrong signs”, you wonder; “João, I’ve seen you always as a very good friend”, she states.


2- The drink-…

Internacionalismo coxo

Foi interessante (e interessante é uma palavra interessante). No dia em que saí à rua com suíças tive de regressar a casa com estas canadianas. Ou melhor: com as canadianas amparando-me a mim e às suíças. Felizmente que não são mutuamente exclusivas.