segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Operação plástica

Os anos passavam a galope. Impiedosos. Daí que nem censure a decisão de Nigel e Melinda. Plastificaram-se um ao outro. Com algum êxito, reconheça-se: há umas boas décadas que não se lhes nota uma única ruga nova.

2 comentários:

Rocío disse...

É isso o mandarmos fazer uns retratos (à Dorian Gray)

ob disse...

Os retratos nos eternizam e são sólidos instrumentos de viagem no tempo. No entanto, chega a ser deprimente o quanto eles demonstram a nossa degradação física ao longo dos dias que seguem. Para quem não se importa com a queda da areia na ampulheta, sugiro viver.

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.