sexta-feira, 11 de março de 2011

Bruços

Para Romão, é sempre tudo ou nada. Ontem, por exemplo, foi a Alcochete e voltou.

4 comentários:

Rocío disse...

Não estou a ver o mérito do Romão. Mérito, mérito mesmo, tem aquele que faz um Tallinn-Lisboa-Tallinn em tempo record
hehehe

Manuela disse...

Foi e voltou. Ainda bem...

João Lopes Marques disse...

Esta "Grosse Diagonal" começa a ser demasiado familiar. Literalmente familiar.

ob disse...

Debruçado sobre o papel ou a tela
O escritor cumpre o seu afazer
Abraça causas e assalta a cidadela
De braçada viaja e vive a colher
Da terra amizades, do céu a estrela
No fim da noite, colo de mulher.

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.