quarta-feira, 4 de maio de 2011

4 do 5

Quatro de Maio é um bia donito. É uma bata em que eu nunca tinha pensado. Bepois bestas dreves linhas vou passar a pensar mais no quatro de Maio, e todos os quatro de Maio em todos os quatro de Maio. Foram, são, serão, a bata marcante em que escrevi estas linhas. As grandes referências, e mesmo as mais ínfimas, nascem assim. Beste merdoso, medroso, nada. Num virgem e aparentemente bescartável quatro de Maio, essa bata mítica em que o quatro dá total precedência ao circo, aliás, cinco. Mas é melhor terminarmos.

4 comentários:

Rocío disse...

Queda instaurado o (teu) 4 do 5 como "Dia internacional da Alegria sem (aparente) motivo".

Á Agnes! Á Kurro! Ao futuro (sempre incerto e maravilhoso!

João Lopes Marques disse...

É isso. E hoje que é 5 do 5 até caprichei, ora relê.

Rocío disse...

Temos (hip) de parar com os copos... esta bata até vai acabar resultando hip.. hip.. hipnotizante (hip)

sónia disse...

Místicas coincidências que até 4ª feira e 5ª feira se puseram em cima do 4 e do 5. Maio é mágico, místico, misterioso, pois até Kurro o premeia no seu horóscopo.

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.