domingo, 19 de junho de 2011

Vida

5 comentários:

sónia disse...

Ai e esta agora? A 1ª vez que me apareceu a lágrima ao canto dos olhos aqui no teu blogue! A minha terra natal! Tão lindo...

Austra Lopes Pithecus disse...

Sónia,acompanho-a... e, sugiro acompanhe a sua lágrima,revendo esta
poesia esplendorosa feita imagem , primeiro com o fundo do Bolero de Ravel e, depois, com a surpreendente Valsa Nostálgica, desse surpreendente
Emïls Därzins ( discípulo notável de Korsakov).

sónia disse...

Pithecus, gosto da música que menciona. Um Austra Lopes muito romântico, sem dúvida!

Austra Lopes Pithecus disse...

Aqui,nas grutas e em dias de solidão, também gosto do Tristão !
" Não venhas tarde ", fado que Tristão da Silva imortalizou nos anos 60...

sónia disse...

Ai não Pithecus, isso já soa demasiado às pedras da calçada quando choram!

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.