quinta-feira, 5 de setembro de 2013

A (p)rima de Beatriz

Mulher a dias, não. Mulher a horas. Mas aviava-os que era uma limpeza.

3 comentários:

Austra Lopes Pithecus disse...

Aviar, sempre foi uma prática com boas saídas profissionais. Pode exigir habilidade e destreza mas dispensa onerosas formações académicas.A questão será, tão só,
a posição em que se coloca a fasquia. O Toni, queria ser aviador e foi para a Academia da Força Aérea.Teve de desistir.Os seus ouvidos não aguentavam os testes GG. Ao contrário, a sua irmã, a Micas, começou a aviar hortaliças no mercearia do pai. Anos mais tarde, montou uma pequena mercearia.

João Lopes Marques disse...

Pobre Micas. Não micou... Às vezes, mesmo falhando, há que ter aquela força (aérea que seja) do Toni. Nem que seja no Irão...

Anónimo disse...

Meretriz

Haiku de merda

Levava uma Fuji, Mas do monte fugi, Sim, do Monte Fuji.