sábado, 26 de setembro de 2009

Kenzo

Sempre que os tinha nos pés, Toomas Hendrik ficava eufórico. Aqueles sapatos Kenzo, pretos e já bem escamados, emprestavam-lhe uma confiança musculada. Épica. Hoje, porém, tal não aconteceu. Toomas Hendrik estranhou, primeiro. Só depois reparou no pedaço de bolo que se lhe grudava na sola.

Sem comentários:

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.