sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Verdulejos

Que todos os ladrilhos da casa de banho seriam brancos, todos sem excepção, não restavam dúvidas. Bem mais complicada foi a parede da cozinha. E não me afastarei da verdade ao escrever que Natália hesitou: ainda pensou em azulejos, mas a sua paixão sempre foi o verde. Gabo-lhe o gosto: aqueles verdulejos clarinhos aportam muito mais esperança ao lar.

3 comentários:

Sophia disse...

Melhor melhor é o tecto verde-alface como o meu...abre o apetite para saladas, simples, não russas...

Sophia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eduardo disse...

O meu tambem é verde alface, mas confesso que tenho dificuldades em imaginar um funcionalismo simbiótico entre a cor e a função do local!!!

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.