terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Sobre o ladrar e o morder

Cão covarde é de todos o mais perigoso. Fartou-se de ladrar e depois, como quem não queria a coisa, ainda me abocanhou a mão. Agora foge com ela.

6 comentários:

maragitado disse...

Mais sorte tive eu. Abocanhou sim, mas não deve ter gostado eo sabor porque limitou-se a deixar o polegar pendurado.
E.....nenhum dos três é cobarde

Sophia disse...

Abocanhar...ora aí está um verbo curioso.
Isto faz-me lembrar um restaurante chamado O Abocanhado, imaginem só onde: em Lugar de Brufe.
É de comer e lamber os beiços, e as mãos,(se os modos falharem)!

http://www.abocanhado.com/intro.html

Manu disse...

Acho que foi uma cachorrinha, Lulu da Pomerânia, que abocaNHAC a sua ..mão.

João Lopes Marques disse...

Hmm... Vejo aqui muito optimismo. Quando um destes filhos de uma cadela vos desfigurar, aí falamos, minhas queridas. Ai falamos...

Sophia disse...

Se não podemos ter optimismo o que nos sobra neste mundo JLM?
Mas eu tenho mais medo é dos filhos de um cão...
A cadela que se cure(cuide).

Manuela disse...

Uai!

Vamos deixar pra sofrer quando formos mordidas.

Incorporou um anônimo..

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.