terça-feira, 27 de julho de 2010

Insectos

"Santa"? Está bem, abelha... Ela era mas era uma grandessíssima vespa! Uma vespa quadrada!

37 comentários:

Rosa Amarela disse...

Toda a abelha tem seu dia de vespa.E o nosso meeeellll, zangão? Pense no mel..não pense na melda.

Camelinha disse...

Foi picado? ui! também já fui. Rosa tá certa, mas o pior é que nem todo mel é iguel. Tem mel que nem parece fel

Rosa Amarela disse...

O mel é um bom cicatrizante.

Anónimo disse...

...a diferença entre uma abelha e uma vespa em breves palavras :) a primeira pica só em último caso, quando sente a sua vida em perigo;a segunda pica porque lhe apetece, pois continua sorrindo depois de atacar...

Anónimo disse...

mas os insectos são amorais...imorais são aqueles que se preocupam só consigo, não estando nem aí para as consequências dos seus atos...constroem um altar a si próprios...mentem, sacaneiam, manipulam, fingem, destroem a vida dos outros desde que a sua barriga esteja satisfeita e ainda são capazes de passar por bonzinhos...uns santos de pau muito oco...como se diz aqui "conselho de raposa morte de galinha" e a raposa é bem capaz de dizer que foi a galinha que mereceu ser engolida...

Anónimo disse...

Falávamos literalmente das abelhas.Bicho peçonhento é outra espécie.

Manuela disse...

Anônimo, você está certo.Humanos? em que lugar encontrar?

Sabe o pq de pau oco??

Manuela disse...

Eu falava do comentário do anônimo 1/2.

Camelinha disse...

entende muito de abelha/vespa né Rosa Amarela, ups Anónimo. A vespa pica e continua sorrindo, essa até tem graça. Gostaria também de entender feito você, quem sabe teria evitado minha picada, porque desconfio que no meu caso foi picada de vespa mesmo

Rosa Amarela disse...

Eu sou uma Rosa Amarela..solamente..

Anónimo disse...

Bzzzzzzzzzzzz

Rosa Amarela disse...

..o vento vem aí..segura o pólen...

Manuela disse...

~~>> ♪♫♫
A abelha mestra
e as abelhinhas
Tão todas prontinhas
Para ir para festa
Num zune-que-zune
Lá vão para o Jardim
Brincar com a cravina
Valsar com o jasmim
Da rosa para o cravo
Do cravo para a rosa
Da rosa pro favo
E de volta para a rosa

Venham ver como dão mel
As abelhas do céu ~~>> ♪♫♫♫♫

Vinicius de Moraes.

Anónimo disse...

Camelinha, não há muito a explicar- é uma metáfora baseada numa evidência- as abelhas quando perdem o ferrão morrem; as vespas continuam...daí que, biologicamente, seja mais certo ser picada por uma vespa que por uma abelha...digamos que a abelha é um bicho mais digno, isto, claro está, mantendo-me num registo mais metafórico, pois como tb aqui já outro anónimo frisou, a Natureza é amoral...o prefixo de negação completa é privilégio do egoísmo humano (tantas vezes, floreado...)

Sofia disse...

santa quadratura, o que vai para aqui!..

Anónimo disse...

...Sofia, talvez um pouco mais ao lado do que vai para aí...sempre refrescante...as palas dão jeito, mas não são dos acessórios preferidos aqui...

Camelinha disse...

Bicho, amoral, floreado, dignidade, egoismo. Entendi.
Mas, quando você diz «sua venenosa de ...» também é uma metáfora?

Rosa Amarela disse...

..a m** foi o jeito indignado do que sentiu...
Não se esqueça que no fundo ele é um abelhão....

Manuela disse...

A Sofía está espantada. Ela é uma menina do mar. Não do ar..;-)

Manu disse...

O autor deste ponto de encontro anda sumido.
Hum...deve estar a desvendar os mistérios de algum livro.Ou não.;-)

João Lopes Marques disse...

Uma reportagem sobre Odessa para a revista "Rotas & Destinos", no caso vertente. Com tantos contra-relógios, um dia ainda vencerei a Volta à França, não é Braço-Forte?

Nuvem Azul - Sioux disse...

É ...Touro Sentado!

Condor Vádio disse...

Essa já me contou o Coiote Amarelo...

Nuvem Azul disse...

..já me enfeito com cocares de penas de pteroxi..vou expulsar o coiote..

Sofia disse...

Sou mesmo mais Mar...e odeio insectos...até porque sou alérgica a vespas! Ou direi bestas?!...

Manu disse...

....mas sem insetos a nossa vida fica menos colorida.Polinizar é preciso! Você é um "brinco de princesa". Precisa de um insetinho pra continuar essa beleza toda.:)

Louva-a-Deus disse...

Manu: insetos a cério, a cério mesmo, são insectos.

Manu disse...

A cério é a liga q provoca.Obs: não é a cinta-liga..
Tenha cuidado com o Outono, Louva-a-Deus...

Borboleta 88 disse...

Aqui o AO foi voooaaarrr.....

Anónimo disse...

se por cada índio que aqui está oferecessem um jackpot era vê-los a salivar e a morder...é só esperar...temos tempo...

Manuela disse...

"Podemos ver o infinito em um grão de areia, e a eternidade em uma flor"

William Blake

Anónimo disse...

Tem uma coisa: o dono do blog com uma penada acaba com a tribo indígena.Isto sim..é a grande sacação!

João Lopes Marques disse...

Mas acabar como? Vexame não. É uma honra ter este enxame.

Camelinha disse...

e se tem vespa?

Rosa Amarela disse...

..isso vai ser um problema. E se ela (a vespa) ficar escondida no meio das nossas pétalas??

Anónimo disse...

...já está lá, apenas não o sabem...as vespas são exímias em camuflarem-se...

Rosa disse...

>:)

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.