Avançar para o conteúdo principal

Maria no Céu

Quem diria? Aqui no Céu todos nos tratamos pelo apelido. Ainda há pouco tomei café com o espírito Santos. Muito boa gente.

Comentários

Rocío disse…
Será bom irmos ao Céu quando a nossa hora chegar (esperemos que demore um bocado hehehe)... Vão ter então, uma linda Baleia, uma poderosa "mulher Dos Rios" e alguns Ramos de árvore para dar sombra ... O Paraiso mesmo! ;-)
Manu disse…
Amém..amém...amém Jesus.
Manuela disse…
Apelido do João no céu :Bruxo de Tallin.
Sofia disse…
Brilhante...

Antes que não tenha oportunidade de o dizer, gosto muito de vocês os três e tudo o que nos envolve neste blog...

beijos
Rocío disse…
Antes que não tenhas oportunidade de o dizer? hmmmmmmm

Tens oportunidades a mais -RISOS-
nem que seja "apenas" aqui neste espaço que invadimos pacíficamente e do qual já não nos tiram :-)
(somos umas "okupas", não somos?) hehehe
Sofia disse…
Somos umas ciganas... ^_^
Há quem se esforce uma vida inteira por escrever uma quadra que seja e nós já somos uma.
Manuela disse…
Eu tenho um colar de pérolas
Enfiado para te dar:
As per'las são os meus beijos,
O fio é o meu penar.

Fernando Pessoa
Sofia disse…
Uma quadra empalhada, talvez um dia...ahahah...

sorry...
Manuela disse…
hahahah múmias..
Sofia disse…
O que eu queria mesmo dizer era que somos uma quadra baralhadamente emparelhada...
Manu disse…
..podemos até puxar o mundo...
Manuela disse…
joao...deu pane no post acima..repetiu muitas vezes..desculpe.
Obdulio Ortega disse…
Aqui, na quadra sul, em setembro chega a filha da minha tia, a Vera... é o céu na terra!
ob disse…
Ai, na quadra sul, a filha da minha tia, a Vera, passou o primeiro domingo convosco... é o cio na terra!
ob disse…
Obviamente, a prima Vera chegou à quadra norte, por ora. Enquanto que por aquí, o calor arrefeceu, foi embora.

Mensagens populares deste blogue

19 kinds of girls who bruise my soul

By João Lopes Marques (Eesti keeles)


There was a time, not too long ago, I believed I had become a misogynous guy. False. I wasn’t. Then I started fearing I was slightly gynophobic. Nope. I was just afraid to bump into another stupid girl. It wasn’t easy to understand it but 10 or 15 years later I realize I’m just too sensitive to 19 specific species of women. Indeed, I can even turn intolerant in presence of one of them. Such a phenomenon can be either personal taste or old trauma, I know. However, I don’t care anymore. I just confess the following kind of females have the power to bruise my soul:


1- The hologram girl

You think everything is fine, that that closeness is real, and you stretch your arm. Of course you wanted more and she let you play that game. For a week. A month. Sometimes even for years. Helàs! Now you understand you were living in a dream. “Why did she give me so many wrong signs”, you wonder; “João, I’ve seen you always as a very good friend”, she states.


2- The drink-…