terça-feira, 7 de setembro de 2010

Nokia

Evelin desistiu: sempre que punha o alarme acordava alarmada.

16 comentários:

Sofia disse...

É o que me acontece...

Manu disse...

Alarme é uma violência.Devia ser proibido..nem se pode sonhar mais. No meio "daquele" sonho..toca esse trambolho...é traumático.:)

Manuela disse...

Sofia....estamos juntas e misturadas no mesmo horário?? hahha

Rocío disse...

Sei que custa acreditar mas nunca precisei alarme ou, melhor dizendo, tenho o alarme incorporado ao cérebro: acordo à hora que desejar sem necessidade de aparelhos :-O

Sofia disse...

Rocío, já lá vai o tempo em que fazia isso...mas também o fiz...agora só o faço de volta e meia...

quando o rei faz anos...ou quando tenho algo bastante importante no dia seguinte...

Acabo de concluir...que a minha vida (se calhar) deixou de ter importância...

Ohh Diabo...

João Lopes Marques disse...

N.R. - Não é minha intenção despertar debates suicidas. Não me alarmem.

Rocío disse...

Sofia, agora deixas-te o autor tão preocupado que nem vai precisar de alarmes em vários dias (nem vai conseguir adormecer) hehehe

Manuela disse...

Está pra nascer outro JOão que fique alarmado com o suicídio de alguma mulher...

Manuela disse...

Está pra nascer outro JOão que fique alarmado com o suicídio de alguma mulher...

Sofia disse...

Não sou mulher para tamanha coragem, sosseguem...

Manu disse...

Fofia..segura o tchan..amarra o tchan..segura o thcan, tchan, tchan

Manu disse...

Sofia..perdão.:)

Sofia disse...

beijo Manu...^_^

Anónimo disse...

.

Rocío disse...

Agora são pessoas anónimas que põem ponto final às conversas??!!

:-D

Sofia disse...

Isto está uma república de pontos...

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.