Avançar para o conteúdo principal

Pleno diabólico

Ela é Mata Hari, ele mata Harry.

Comentários

Rocío disse…
Realmente... :-)
É apenas um ponto de partida. Vai mudar muito nas próximas 72 horas. Talvez 96.
Rocío disse…
Muda? Mata a Harry "O limpo"?
Isabel Metello disse…
Vai? Ora, vamos lá fazer uma análise numerológica :) 72 + 96 = 168 = 69 = 15 = 6...ai! coincidence? I just don´t think so...
Isabel Metello disse…
Por falar nisso, ora já que estamos na onda das paranormalidades, consultem, que é outro hit parade :) http://youtu.be/luKJVCBZSqU
Rocío disse…
Acho que fiquei a Leste :-)
Rocío disse…
Este microrelato era, de inicio, mais comprido, não era?
Tal como a Isabel fez com os números, reduziste as palavras.
Como costumas dizer: menos é mais :)
Anónimo disse…
Tema psiquiátrico: Metê-lo anónimo ou Metê-lo explícito ?...
Anónimo disse…
Metê-lo?... Nem na versão anónima e muito menos na explícita. Metê-lo no anónimo suscita compaixão, Metello no explícito provoca gargalhada (geral). "The nacked ape"! Desmond Morris,Carrel,Freud ou até o Phitecus, cheguem cá, depressa...
Os Pithecus têm experiência com Pithecas à beira de um ataque de nervos e resolvem pragmaticamente as situações. Mas os nossos métodos são inapropriados para vocês. Sugiro chamem o Pedro Almodóvar.
Manu disse…
Gente..isto aqui está uma feijoada. Até o pithecus dá pitacus...
Animação, finalmente.
Manu disse…
Isto aqui está um hospício:)) é Hari Potter..
Não Manu, nada disso ! o que aconteceu foi que o Circo abriu uma nova secção : TIRO AO ALVO !...
Os Pithecus nesta matéria são bons. A senhora Metê-lo,deu-nos uma grande oportunidade de exercitar esta prática. Caçamos para sobreviver e atiramos ao alvo para entreter. Vamos então: Metê-lo?...Metê-lo?...
Metê-lo?... por favor diga onde está.
Isabel Metello disse…
Quanto à conjugação do verbo acho melhor perguntar aos seus amiguitos, pois esse departamento é deles em várias versões e áreas de pró-actividade ou do seu inverso, sabe-se lá...os factos não o desmentem...

Não me importo de falar com macacos, mas com bestas cobardes que nem virilidade detêm para se assumir, dispenso...e ainda acho mais piada pois a minha teoria comprovou-se :) as bichas só atacam em grupo...é tipo aqueles homenzinhos que só conseguem sentir-se como tal quando detêm um carro potente que lhes compense a falta de virilidade...
Isabel Metello disse…
...logo, como vê Pink Queer Ape, Freud deverá ser aplicado au contraire numa sessão de terapia em grupo das bichas (ui!!! :)...algumas das quais psicopáticas...um cocktail molotoff, portanto, daí que já tenham sido protagonistas de tantas histórias almodovarianas assim mais para o hard core (que tanto apreciam, contraiamente a Gente de Carácter :) ...Rocío, não percebeu pois o quadro que lhe pintam é uma fachada, tente arrancar a ilustração colada à verdadeira tela...são exímios nisso, estes Ausfracos Lobby Pirrecos...Mas, pensando bem, quanto ao tiro ao alvo, vamos lá ver quem tem mais pontaria....sabe o que é um cavalo-marinho, sem ser o bichinho (não se entusaisme, não o confunda com bichinha...:)? é assim um chicote africano feito de pele de hipopótamo que calhará muito bem em alguns ignóbeis sem carácter...
Isabel Metello disse…
E não se iluda, Pink Queer Ape, pois não está a lidar com as abeculazinhas que vos acham o máximo, muito pelo contrário, acho-vos decadentes, degradantes...a tabela de valores foi, é e sempre será a contrária, como tal, assuma-se- desafio-o a mostrar que é homem/mulher e a assinar os seus comentariozinhos, sem avatares, como é óbvio...está a ver o que nos distingue, não está? bem, claro que não está, mas haverá pessoas que o constatam facilmente...
Aconteceu! Está a acontecer Circo,
Jonas. Há quanto tempo isso não se verificava . Metê-lo, foi uma bela aquisição. Parabéns. Depois,a simbologia dos sapatos. Sendo pirosa, não deixa de ser engraçada
.Ocorre-me Iris Murdoch: "Entre dizer e fazer muitos pares de sapatos se gastam". Tenho alguma tendência para me repetir e contar aquela piada da "masturbation du chinois",mas hoje vou contorná-la. É, que, o acontecimento aqui na tribo é o de uma Pitheca que enlouqueceu com uma invulgar perversão. Tem repetidamente uma fantasia sexual na qual se vê humilhada por um grupo de antropólogos de S. Domingos de Benfica, e forçada a andar às voltas (sem sapatos), ora ao pé-cochinho,ora com as pernas arqueadas, o que, confessou , lhe oferece - ao invés de metê-lo - sublime prazer sexual.

(A Pitheca espera-me.Amanhã há mais...).
Isabel Metello disse…
Haverá muito mais, disso não tenha dúvidas, mas não num circo...tudo o que possa regurgitar não me ofende- só me ofende quem eu considero do meu nível...não é o caso...nunca foi....talvez aí o grande mal-entendido e o grande choque cultural...eu ando em linha recta, só anda em círculos quem não tem carácter como você...quanto às perversões, creio que está a ver a questão de um ponto de vista algo subvertido- perversões tem esse grupo de antropológos de S. Domingos de Benfica, bem imageticamente documentadas, aliás, para além das outras...queriam tê-las? não implicavam inocentes ao barulho...Coitada da sua Pitheca, nem saberá ela com que se meteu...ou talvez saiba e goste...espero, sinceramente, que não haja Pequenos Pithecos,no seu caso, pois a porcaria de que vocês se alimentam deveria não atingir Inocentes...

Desafio-o outra vez a assinar o que escreve- anyway, a tal questão do IP é de conhecimento geral...

De qualquer das formas, ainda que me repugne estar aqui a dialogar com anormais (excluindo a Rocío), creio que, cada vez mais, estes episódios degradantes me têm esclarecido quanto à extensão da porcaria...tenho descoberto muito esterco através desta forma de ver até onde a porcaria foi...e garanto-lhe que um dia vai tudo estar tão explícito que todas as manobras sujas vão ser devidamente responsabilizadas...
Isabel Metello disse…
...ah, quanto ao piroso, os suburbanos são vocês, por mais falso verniz posterior que tenham adquirido- os meus amigos não usavam meias brancas com sapatos pretos, psrs além de outras parolices de bradar aos céus...para além de que as suas irmãs não pareciam cabeleireiras da Buraca com um look dos anos 80 e pior ainda com a má educação das varinas de Alfama...mas isso são pormenores, o que interessa é que vocês vomitem a porcaria toda cá para fora, aquela mesma que tanto fez sofrer inocentes num Lar limpo sujo pelas vossas perversões...
Anónimo disse…
SUCESSO !
Fui eu que escrevi : " tema psiquiàtrico. Metê-lo anónimo ou Metê-lo explícito ?...". a pressão aumentou. O bem sucedido resultado está à vista.

A personagem anónima que há
(muitos) meses,ainda no Inverno(a) , veio inopinadamente desaguar as suas alheias e conjugais frustrações para este blogue, foi obrigada a identificar-se,tem um nome :ISABEL METELLO.
Este foi um serviço prestado a todos os que aqui se reúnem procurando (apenas e só)) um espaço lúdico, convivencial,e de saudável criatividade cultural.

Feita a identificação, poderemos ir mais longe.As instituições do Estado de Direito, acolhem e ajudam... E, a completa biografia desta personagem,está (legalmente e por custas insignificantes) à mão de quem quiser e para os efeitos que se quiserem.

(a)cruzamento comparativo de todos os textos.
Sandrinha disse…
Só a Rocío? Quer dizer que eu também sou anormal? Estou muito triste.
Acordei positivo e feliz.
Ou porque o meu triplo apelo a Metê-lo,resultou,ou, porque fiquei mais aliviado pela Pitheca, esta noite, me ter espremido um furúnculo que tinha nas costas.

Não sei porquê, mas cheira-me bem,cheira-me a Lisboa.

"Lisboa já tem Sol mas cheira a Lua
Quando nasce a madrugada sorrateira
E o primeiro eléctrico da rua
Faz coro com as chinelas da Ribeira

Se chove cheira a terra prometida
Procissões têm cheiro a rosmaninho
Nas tascas da viela mais escondida
Cheira a iscas com elas e a vinho

Um craveiro numa água furtada
Cheira bem, cheira a Lisboa
Uma rosa a florir na tapada
Cheira bem,cheira a Lisboa.
A fragata que se ergue na proa
A varina que teima em passar
Cheiram bem porque são de Lisboa
Lisboa tem cheiros de flores e de mar
Manu disse…
Ih, gente, tem até fado por aqui.

Pithecus, canta daí que eu canto o Samba de Verão daqui:

♫ (..) Olha, é como o verão
Quente o coração
Salta de repente
Para ver
A menina que vem...
Ela vem sempre tem
Esse mar no olhar
E vai ver, tem que ser
Nunca tem quem amar
Hoje sim, diz que sim
Já cansei de esperar
Nem parei, nem dormi
Só pensando em me dar..
Peço, mas você não vem
Bem!
Deixo então!
Falo só
Digo ao céu
Mas você vem...
Manu disse…
Ih, gente, tem até fado por aqui.

Pithecus, canta daí que eu canto o Samba de Verão daqui:

♫ (..) Olha, é como o verão
Quente o coração
Salta de repente
Para ver
A menina que vem...
Ela vem sempre tem
Esse mar no olhar
E vai ver, tem que ser
Nunca tem quem amar
Hoje sim, diz que sim
Já cansei de esperar
Nem parei, nem dormi
Só pensando em me dar..
Peço, mas você não vem
Bem!
Deixo então!
Falo só
Digo ao céu
Mas você vem...
Manu disse…
Desculpe João...saiu duas vezes.Apague, por favor.
Rocío disse…
Escrevo de Madrid. O Papa ainda não chegou, felizmente. Espero ter tempo de fugir deste falso cėu e voltar convosco e esse verdadeiro inferno.
Não apagues, João. Eu pedi à Manu um "encore". Foi lindo. Obrigado Manu. Pena, não haver aqui uma florista.
Merecias um lindo ramo...
Tudo é relativo, Rocio. Na cultura dos Pithecus não há inferno. Vivemos felizes, embora desconfiados. O nosso quotidiano, esgota-se em 3 circulos (não Circos)meramente funcionais e nada místicos.

-O da hostilidade para com o inimigo ( para nos defender-mos)
-O do Sexo( para nos reproduzir-mos)
-O da Alimentação (para ter forças e sobreviver-mos )

De resto, o Papa, ainda não veio cá.Talvez por isso, não conhecemos o Inferno...
Manu disse…
Este Pithecus é demais.Obrigada.

Rocío,
o Papa é pop....
Isabel Metello disse…
Ora aí esta! É mesmo a questão do Estado de Direito que está aqui em causa e a defesa legal de Inocentes face a pervertidos, que pretendem inverter situações (nada que seja inédito em cobardes )...não tenho frustrações algumas, tenho lutado pela VERDADE e contra uma anulação social de que prestarão contas as fontes primordiais, assim como contra essas mesmas perversões da própria VERDADE...este senhor jornalista e os seus comparsas, alguns dos quais amigos do meu ex-marido, iniciaram uma campanha de anulação social por mera vingança de, esse sim, um frustrado, que nem respeito tem pela Mãe da Filha, expondo-a através desta corja, nem se preocupando com os danos colaterais inevitáveis na vida da Filha...o Pai teve o mesmo m.o., bem comprovável pelo processo de divórcio em tribunal, por motivos de violência doméstica...a Mãe transferiu as suas frustrações vivenciais para o lar da nossa Filha, com constantes e ininterruptas ignomínias, o Filho copiou a matriz com maus tratos constantes, incluindo pós-separação, com boatos, injúrias, violência emocional constante, actualizada por esta rede de frustrados que nem uma límpida noção de FAMÍLIA detêm (talvez esteja aí o cerne da questão e que tentaram, mais uma vez, anular a Mãe, nem se preocupando com os danos colaterais na Criança, expondo-a...
Este senhor jornalista dizia-se parte de um grupo de white hunters e através da cobardia da ficção dos seus medíocres micro-contos quis subverter a verdade, descendo a apontos inomináveis, que tiveram danos colaterias gravíssimos na vida da minha Filha. Tudo isto demonstra o seu carácter pessoal e profissional e disso dará contas às instituições de Direito...
Dei visibilidade à minha causa de defesa de quem Amo acima de tudo e por quem darei a Vida e apelo a todas as autoridades e até associações de defesa de inocentes para que ajam até às últimas consequências...
Ao mesmo tempo fui sendo esclarecida sobre quem foi e é, de facto, o homem com quem estive casada durante 7 e namorei 11..(eu fui sabendo-o durante o nefasto casamento, mas nunca pensei que descesse tão baixo....), pois um HOMEM de CARÁCTER nunca, jamais, em tempo algum, mesmo num processo de divórcio litigioso, exporia a sua companheira de 18 anos e Mãe da sua Filha desta forma infame e de outras por vias menos mediáticas... claro, fingindo nada ter a ver com isso, pois tem esta víbora e outras de serviço para lhe fazer o trabalho sujo...

Quanto ao último post do Pink Queer Ape, para além de lhe lembrar que deverá rever a conjugação verbal: "defender-mos" e os outros erros ortográficos da mesma índole, que bem demonstram o seu elevado nível intelectual, por muitas citações wikipédicas de que se valha, gostaria de lhe lembrar que ao manifesto de gente que vive mesmo para e na bestialidade, falta ainda a assunção do que esteve e está atrás do palco...aí é quer está um dos busílis da questão...
Sandrinha disse…
Mas a Isabel ainda não respondeu à minha pergunta. Estou triste.
Paulo Jorge disse…
Mas que grande salgalhada que vai aqui...

Numa coisa concordo com a Isabel Metello: os romances do João Lopes Marques são excelentes. Muitos furos acima destes microcontos... Apenas uma opinião...

Ainda assim gosto sempre de voltar.

Um abraço de Sesimbra!

PJ
Isabel Metello disse…
Sandrinha, já nem eu sei quem é quem...costuma-se dizer que "diz-me com quem andas diz-me quem tu és", mas, por vezes, anda-se não com a pessoa, mas com a sua máscara...respeito toda a tua Dor passada, com a qual me preocupei...agora, respeita tu a minha...PJ, nem sabe os motivos de inspiração de vários micro-contos, senão nem os poria abaixo de muitos furos, mas em subterrâneos da DECÊNCIA HUMANA...
Isabel Metello disse…
Ao anónimo cobarde - eu não fui obrigada a identificar-me - eu identifiquei-me como sempre o faço..
Quanto à minha biografia de que fala, desafio-o a expô-la aqui...vamos lá...
Quanto às instituições de Direito que apoiam a vossa casusa, desafio-o a designá-las...
Quanto aos motivos que as levam a apoiar-vos, desafio-o a enumerá-los...
E desafio-o, mais uma vez a identificar-se...
Quanto ao saudável convívio, tenha dó! Vocês são uma cambada de tristes vampiros emocionais, sem sentido de Ética algum, devotados a uma vivência bestial (de besta...:), pervertidos, que vivem vidas duplas e triplas (se for um dos do grupo dos modelos fotográficos:), cujo líder tem revelado ser o que é...sabe quantos inocentes já fora vítimas desta corja? Não fui só eu e a minha Filha...há mais...
Isabel Metello disse…
E, por favor, não seja tão burro ao nem sequer perceber que me tenho sempre identificado- até postei os comentários lá no blog...está a ver qual é a diferença de fibra existencial e de Ética? Você anda a tomar muito pouca lecitina, embora, pelos vistos, nem com guaraná lá vá...irra, que é burro!
Isabel Metello disse…
E repito- explique o que quer dizer com: "E, a completa biografia desta personagem,está (legalmente e por custas insignificantes) à mão de quem quiser e para os efeitos que se quiserem."

Vamos lá até ao fim...
Isabel Metello disse…
Vamos lá então! Não digo iupi, nego-me a fazê-lo, mas é com toda a frontalidade e DIGNIDADE que vos falta que estou à espera para, finalmente, se tirar, devidamente a LIMPO, todos os contornos desta tua sujeira...
Rocío disse…
Para mim, esta conversa acaba aqui. Apenas comentar aquilo que faz referência à minha pessoa:
1/ Não me importo ser anormal (e a Sandrinha também não se deveria importar). Não tenho certeza que isto sirva para Portugal mas em España anormal quer apenas dizer que não és normal mas tanto pode ser para seres superior do que inferior à media :-)
Sub-normal é que não sou, nem a Sandrinha, nem nenhum dos amigos e amigas que lá participam. Penso eu.

2/ Não me parece que tenha que arrancar ilustração nenhuma colada, diz a Isabel, à verdadeira tela para ver o quadro original e não o que me pintam. Por acaso estudei Arte e sei reconhecer um quadro de valor quando o vejo :-)
Mas (mais importante) do que reconhecer boas pinturas é reconhecermos às boas pessoas e ai se calhar é a Isabel que está a ver o quadro do ângulo errado. Não sei. Não a conheço mas me parece uma pessoa muito ferida a descarregar o seu ódio no local e na pessoa errada.
Trate disso, Isabel, permita-me o conselho, é com boa intenção que o dou. Acumular ódio é péssimo para a saúde. As coisas devem ser resolvidas no local certo, no momento certo e sempre com a verdade na mão.
Cumprimentos a todos/as, avisem quando a conversa volte ao seu habitual :-)
.
Gilson Lamas disse…
A mulher tem urtigas no dedo e na língua. É a cor do sapato.
Vai beijar na boca, santa. E relaxa.

Mensagens populares deste blogue

19 kinds of girls who bruise my soul

By João Lopes Marques (Eesti keeles)


There was a time, not too long ago, I believed I had become a misogynous guy. False. I wasn’t. Then I started fearing I was slightly gynophobic. Nope. I was just afraid to bump into another stupid girl. It wasn’t easy to understand it but 10 or 15 years later I realize I’m just too sensitive to 19 specific species of women. Indeed, I can even turn intolerant in presence of one of them. Such a phenomenon can be either personal taste or old trauma, I know. However, I don’t care anymore. I just confess the following kind of females have the power to bruise my soul:


1- The hologram girl

You think everything is fine, that that closeness is real, and you stretch your arm. Of course you wanted more and she let you play that game. For a week. A month. Sometimes even for years. Helàs! Now you understand you were living in a dream. “Why did she give me so many wrong signs”, you wonder; “João, I’ve seen you always as a very good friend”, she states.


2- The drink-…

Portugalinhozinho