quarta-feira, 16 de maio de 2012

Dos girassóis



"Um girassol sem sol." Como é que eu não fui o primeiro a escrever isto? Como? Vou continuar a beber. Serei mais tintossol?

9 comentários:

Manu disse...

Um girassol sem sol
Um navio sem direção
Apenas a lembrança
Do seu sermão....

João Lopes Marques disse...

Do seu Salmão!

Manu disse...

kkkkkkkkkkk

Olha a gauchada aqui:

http://www.youtube.com/watch?v=x-GdKwYXUY0

A disse...

Deixemos os girassóis sonhar...
Nada com a escuridão, tudo pela utopia. A mais luminosa esperança de qualquer girassol é ver-se plantado em terras do Sol da meia- noite onde a sua existência seria uma absoluta embrieguez, uma interminável"movida".

Austra Lopes Pithecus disse...

...Foi o A , faltou o ustra Lopes Pithecus. Coisas de quem enfrenta a intensa luminosidade do Sol sem óculos escuros...

sónia disse...

Antes tintossol que solista sem sul. É tudo uma questão de sol maior ou sol menor, mas também pode ser o sustenido de um sol.
Bom trabalho!

Manu disse...

O A. sabe das coisas:)

Tüdruk disse...

Kukuu? Are you "mais tintossol" tonight? Love this humour...love this song!

Austra Lopes Pithecus disse...

Sabe, Manu, o A nasceu na Rua do Sol...

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.