domingo, 11 de novembro de 2012

Revolução cultural

Os camaradas Gao, Chang e Ming recusaram-se a acreditar quando lhes tentei explicar a mecânica celestial. Ainda lhes repeti uma dúzia de vezes e, mesmo assim, com êxito duvidoso. Não lhes entra na cabeça que por aqui (ainda) tenhamos de descer à terra para só depois subir aos céus. Nem todos,  por certo, embora os suficientes para questionar seriamente a nossa competitividade enquanto civilização.

2 comentários:

Rocío disse...

Após este micro-conto, não sei se te incluir no livro vermelho ou então na lista negra

João Lopes Marques disse...

"Ambas as duas..." :-)

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.