Avançar para o conteúdo principal

Das pérolas que hoje em dia já preferem ficar-se por ostra

Como é do senso comum, e do científico também, não há maior ambição para uma ostra do que ser pérola. É coisa de bivalve, e até faz algum sentido. Contudo, isso dos colares era antigamente, no tempo das outras senhoras, décadas passadas em que algum critério sempre prevalecia. Agora é diferente. Sabem elas que, por exemplo, não é a sua arrogante refulgência que as poupará necessariamente de uma existência encurralada. Abundam os escroques que não vacilam um minuto, um segundo que seja, antes de entregar aos porcos as mais belas pérolas. Daí que, em certas ilhas e arquipélagos do Oceano Pacífico, encontremos hoje pérolas que, não temendo o libelo da ostracização, preferem quedar-se pela proletária condição de ostra. Avisada opção: saberão elas que a ambição desmesurada aporta consigo demasiados inconvenientes. Riscos. Na esmagadora maioria das vezes, graves e irreversíveis para os bivalves.

Comentários

sónia disse…
E agora lembrei-me do Cook em "Terra Java": «" a ambição leva-me não só mais longe do que qualquer outro homem antes de mim, mas tão longe quanto creio ser possível a um homem ir", a soberba tem um preço.» E foi chacinado.

Mensagens populares deste blogue

19 kinds of girls who bruise my soul

By João Lopes Marques (Eesti keeles)


There was a time, not too long ago, I believed I had become a misogynous guy. False. I wasn’t. Then I started fearing I was slightly gynophobic. Nope. I was just afraid to bump into another stupid girl. It wasn’t easy to understand it but 10 or 15 years later I realize I’m just too sensitive to 19 specific species of women. Indeed, I can even turn intolerant in presence of one of them. Such a phenomenon can be either personal taste or old trauma, I know. However, I don’t care anymore. I just confess the following kind of females have the power to bruise my soul:


1- The hologram girl

You think everything is fine, that that closeness is real, and you stretch your arm. Of course you wanted more and she let you play that game. For a week. A month. Sometimes even for years. Helàs! Now you understand you were living in a dream. “Why did she give me so many wrong signs”, you wonder; “João, I’ve seen you always as a very good friend”, she states.


2- The drink-…