domingo, 17 de janeiro de 2010

À mesa

Sempre que Massimo vem jantar cá a casa rimo-nos a bandeiras despregadas. Ele é um prato. Já Livia, a sua estrepitosa mulher napolitana, é um perfeito talher.

5 comentários:

Manuela disse...

Se o Mássimo é um prato e a Livia um talher, o dono da casa é..????

João Lopes Marques disse...

Bela questão, Manuela.

sónia disse...

O perfeito casal anfitrião (sem necessidade de aprofundar o significado de anfitrião que é feio:).
Mas a 3ª personagem, narrador participante, é que os recebe, por isso deve ver-se grego e italiano para arranjar comida para Lívia. No entanto, como Massimo faz rir, logo tem sentido de humor, a situação equilibra-se e o narrador esquece as despesas com Livia.

Manuela disse...

A Lívia era uma napolitana para 40 talheres. Foi aí que o anfitrião riu de felicidade.

_ricards_ disse...

O dono da casa deve ser um bom garfo. Digo eu.

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.