sábado, 26 de fevereiro de 2011

¿Cómo olvidar?



Tenía solamente 15 años... Fabricaba my propio Mecano...

4 comentários:

Manuela disse...

TRANSGRESSÕES

Todo mandato é minucioso
e cruel
eu gosto
das frugais transgressões

por exemplo inventar o bom
amor
aprender
nos corpos e em seu corpo

ouvir a noite e não dizer
amém
traçar
cada um o mapa de sua audácia

mesmo que nos esqueçamos
de esquecer
é certo
que a recordação nos esquece

obedecer cegamente deixa
cego
crescemos somente na ousadia

só quando transgrido alguma
ordem
o futuro se torna respirável

todo mandato é minucioso
e cruel
eu gosto
das frugais transgressões

Mário Benedetti

Rocío disse...

Tem cuidado com as dedicatorias! ;-)

Manu disse...

O Benedetti é dos meus..hahah

Rocío disse...

Benedetti era o maior, Manu, um daqueles (poucos) autores que te tocam fundo. Grande perda! :-(

Ainda bem que ficou a obra dele (delicio-me de vez em quando a rele-lo e tenho pendurada na parede, junto do computador, o poema "A la izquierda del roble")

Grande, grande, grande... Benedetti

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.