segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Ilu-sionismo

O que todos julgavam ser uma batuta não passava afinal de uma simples batata. Um clássico do endiabrado Ananiah: sempre que passava por Haifa fazia-nos esta batota.

2 comentários:

ob disse...

Que faríamos se todos os grandes maestros judeus do mundo voltassem para a Terra Prometida? Teríamos tropas de músicos desgovernados a executar sinfonias atônicas para ouvintes atônitos?

Anónimo disse...

Gostei. E nem lhe escrevo de Granada.

Moleiro

Tinha aveia para o negócio.